[FP] Hwang Shi Won

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Hwang Shi Won

Mensagem por Convidado em 19th Fevereiro 2016, 11:03 pm

HWANG SHI WON
Your tears, they mean nothing to me

história
Fruto de um relacionamento conturbado, Shiwon é o filho único de uma advogada com um ator de teatro que com isto logo ao seu nascer, ambos se separaram indo o menino, morar com a mãe graças a um ato da justiça com a acusação de bipolaridade num estágio violento vindo do pai. Até aí, vemos que o menino supostamente não seja ligado ao pai e que também, não tenha completa ciência de que o sangue artístico lhe corria pelas veias. Contudo, declaremos que o rapaz de mente reclusa, um tanto deprimida seja atraente. Não era um destaque nos estudos e muito menos, algo absurdamente extraordinário. Os fatos só lhe pareciam realmente o marcar, (de um lado qualquer que queira pensar) na adolescência. Como qualquer país em parte da Ásia a saúde era um precioso critério a ser respeitado por todos tanto publicamente, quanto individualmente, sempre zelando pela imagem quanto um gesto de educação. Shiwon era realmente sabido disso, mas não esperava passar pelo que passou. Aos 16, algum tipo de complicação em seu organismo foi-se formando e aos poucos o colocando num estado terminal. [/center]

O foco, deste misterioso acaso, eram as suas conexões sanguíneas serem as vezes muito rápidas, outras presas e mais ainda o que o fazia desmaiar sem alguma pressão. O relato vindo de exames poderiam ser a especulação de um suposto câncer ou que ainda, este não tivesse uma alimentação saudável assim fazendo com que se intervisse as suas veias. 

Num dia normal como um qualquer, Shiwon saia com pressa de sua atual escola que já havia mudado diversas vezes por conta de seus pais indo para casa, um tanto anestesiado com o peito ardendo. Estava sozinho em casa, ao que parecia sua mãe resolveu mesmo sair para resolver os problemas com seu pai - o de sempre aliás - conviria um bom banho. As escadas por um minuto, lhe pareciam dominós caindo, o que o fez parar vagamente pelo recinto sentindo uma tristeza a lhe emergir de forma sinistra o fazendo tombar um pouco para o lado, segurando-se firmemente no corrimão. Subiu pé ante pé tomando segurança que dali não despencaria assim arrastando seu ombro quebranto próximo a parede até se chocar contra a porta do banheiro. Se despiu por ali e tratou rapidamente de entrar debaixo d’água. 

A água que o cercava, o aroma que o invadia, tudo parecia ser pesado demais para seu corpo aguentar. Seu palmo, frio, úmido e pálido encostou-se no espaldar esquerdo do box tentando aguentar o peso do tórax que era comedido com as pernas finas até que por nove minutos depois, desabasse contra o chão. Um barulho alto quase como um relâmpado, cruzou os corredores que estavam pouco iluminados e mesmo que fosse de dia, a casa parecia manter o mesmo ar de uma casa de algum filme de terror. Os olhos do mesmo percorreram a parede em busca de algum auxílio, mas não conseguiu. Um cansaço, os seus braços pareciam ficar fracos para deligar o mais rápido que pudesse, o chuveiro caindo num sono. Pela tarde, ficou ali ao chão molhado as vezes tossindo outras engolindo a água até o badalar das dez da noite escoar pelo recinto junto com a batida da porta. Sua mãe que estava a mil pelas voltas dadas pelo pai do garoto, conferiu o quarto do mesmo até perceber a água esvaindo pelo chão. Procurou ligar para a emergência a procura de alguma solução. 

[...]

Desde aquele dia, Shiwon passou internado por um ano e dois meses em equilíbrio de uma alimentação precária e também de muita observação. Haviam dias de sorte em que ele conseguia caminhar por todo o hospital, mas outros que ficava trancado. Sua amada mãe que o visitava uma vez por semana sempre o trazia um caderno novo para que durante os dias, registrasse o que sentia. Ao fim disso na troca ela sempre lia o que o mesmo escrevia, sempre venerando seu sentimento de solidão mesmo em meio a um público variado de pessoas no hospital o dando posto de uma kenopsia.  Essa depressão momentânea o ajudou no dia que foi embora. Entrou dentro do carro com a máscara ocultando metade da face sem dar Adeus. 

Ingressou na vida artística através de um teste feito pela Moon J em Seul, onde agora morava depois de nascer em Adelaide na Austrália, como um “calouro de ouro”. Em explicação familiar defronte a câmera, sentiu-se bastante intimidado. Para ele só existia a barriga que o aconchegou e mais nenhuma contribuição. Foi um dos finalistas da escolha, tendo uma personalidade forte, mas graças a complicações de sua saúde ainda tendo esta ênfase de se acompanhado, encerrou com uma semana a menos suas apresentações. de fato, não satisfeitos ou pelo menos não querendo perder o novo rosto, a empresa lhe deram um contrato para tanto ingressar como construir o seu novo destino. “ Aquele que esconde o sorriso deve ter os dentes mais lindos do mundo.” 
personalidade
Shiwon resume-se na palavra KENOPSIA, kenosis que provém do grego sendo “esvaziamento” e opsis “observar”. Este possui um comportamento bem peculiar, sendo sorridente as vezes, por outras uma pessoa brava e rígida e por outras um completo mistério.  Suas estruturas emocionais não são quase nada comparados aos seus atos. Gosta de ser extravagante e raramente, consegue isso. mesmo tendo esta tamanha vontade Shiwon pode ser apenas para a sua vida, uma Hortência (flor que simboliza em algum tempo ou momento, a morte ) ou uma rosa ( momentos frágeis e singelos). Um ser também aberto a novas experiência, sensações, medos, ele é livre como um pássaro e tão terreno como um Leão. Quando quer alguém, marca seu território secretamente sem deixar claro tudo que se passa, mas sempre por alguns devaneios, deixa com que a outra pessoa saiba ou se não acontecer isso, deixa um motivo sempre bem justificado. Possui um costume de ser sozinho agindo com esta individualidade sendo mal interpretada, é o ser triste que faz o papel de palhaço mascarado e de poeta sem amor tendo em realidade um papel de homem sincero e o melhor, quieto. Não irá o criticar sempre buscando compreendê-lo.
Modelo & Cantor
23 Anos
O
ALPHA A
MOON J
BISSEXUAL
AUSTRALIANO
Atributos
VOCAL: 18 PONTOS
RAP: 12 PONTOS
DANÇA: 00 PONTOS
ATUAÇÃO: 00 PONTOS















Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Hwang Shi Won

Mensagem por Someone em 20th Fevereiro 2016, 3:56 pm

Fichas
With love, Kaorgie.
Ficha aceita, parabéns! <33

Bem-vindo ao Sunny Days
Someone
avatar
Mensagens :
271

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum