[FP] Im Se Gyo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Im Se Gyo

Mensagem por Im Se Gyo em 16th Janeiro 2016, 5:28 pm

IM SE GYO
— Go ahead and stay there straight. Straight against the wall.


27 Anos
Cantores + Atores
MOON-J
AB
Heterossexual
Norte Coreano

 Segyo nasceu em Pyongyang e se mudou para a região Sul da Coreia com 12 anos dedicando-se aos estudos e qualquer atividade que o ligava ao acadêmico afim de seguir o resto da linhagem familiar de um médico e uma advogada.  Um detalhe nesta história é não contar com a presença deles na vida do pequeno Seg. O que dizer? Quando dois humanos juntos entram numa trilha, dispostos a crescer em cooperação é óbvio que pode dar certo. Todavia, o que quase não esperavam era um acidente. 

Isso tudo vos registro antes de Segyo conhecê-los. Claro, ele sempre viveu distante. Não podia nem se quer, ter contato com outras pessoa destinado sempre a manter foco. Não o declaro como uma pessoa diferente, aliás, penso que no mundo todo isso acontece porém, vejo Segyo desde pequeno até porque tive que cuidá-lo ou melhor, fui responsável por isso. Foi na noite de tempestade que fez as janelas de Seoul rangerem onde o carro de seus pais bateram, deixando ambos em estado de coma induzido. Orei muito na capela para que sobrevivessem, mas só um ano em sono lhes foi dado até parte da família decidirem desligarem os aparelhos. Sim, não sou da família e acho que eles não sabem da minha existência. Forcei também que não soubessem da existência de Segyo já que a senhora Im, que Deus a tenha, havia me dito que o rapaz supostamente poderia ter nascido com algum tipo de deficiência e era algo, que a família não receberia de braços abertos. 

Continuando, só permiti que Segyo, visse os corpos apenas uma vez até penso que ele visita o cemitério e tentei explicar a situação da melhor maneira aos 15. Há desconexo talvez na maneira que disse. Ele veio para Seoul como dito acima, com  aproximadamente 13, pois, daí também tive que desaparecer onde ficou instalado nos montes num pequeno chalé. Mantive um caso com o seu pai durante dois anos até sua esposa descobrir. Ela era uma mulher de características bem distintas, peculiares talvez seja o motivo de ter se casado com ela antes de me ter conhecido. Segyo estava para nascer até então nesta época, e ela ficou doente com riscos na gravidez. A descoberta parecia tê-la feito piorar, mas relutante manteve tudo em sigilo. Eu terminava a universidade, era anos mais nova que o senhor Im. No dia em que ela concebeu o garoto, liguei sete vezes, pois, estava na casa de alguns parentes até saber da vinda deste. Pode ter sido intromissão minha todavia, não sei o motivo, mas me senti de certa forma ligada a senhora Im. talvez ela tenha sido o meu exemplo. As voltas da profissão e eu já praticamente livre e sem interesse no doutor isso perdido pelo estrago que causei, Woomin deu-me Segyo para educá-lo e assim cuidar nas horas vagas. Neste reviravolta, minha família soube das minhas antigas práticas me deserdando por completo. Me perdi no mundo e agora estava com um bebê quase prestes de abandoná-lo o que comecei a agir. Crie-o como se fosse uma babá, passei a morar na residência dos Ims e poucas vezes conseguiam ver os proprietários, ambos começavam a viajar por diversão óbvio, me deixando sozinha. Isso deve ter sido o jeito inteligente e elegante de Woomin dizer que era um castigo para mim.

Em viagem em viagem, me apeguei a pequena criança como se adotasse-o como meu próprio filho. Contrário do rumor dito em segredo pelo senhor Im, não notei nenhuma deficiência no garoto. a ordem inexpressa através de um telefone que íamos nos mudar me deixou em choque. Tive que deixar a minha mãe para ir com o menor e de mesma forma eu sendo de maior, conhecia pouco o mundo. Pagaram o hotel em que nos hospedamos por três dias e foi no dia seguinte posteriormente ao meu saque no banco do dinheiro da família que fomos para a casa. era como um chalé, mas por lá me sentia em casa. Deve ser pelo clima frio…

Ensinei poucas coisas ao garoto, sabia que não poderia quebrar as palavras juradas a Woomin, porém era preciso. Não haviam razões de escondê-lo do mundo para ser inteligente… A dádiva da vida é aprender com os erros e foi isso mesmo que fiz. Pós a morte dos dois comecei a incluir Segyo jovem ainda, na sociedade. Entrou na acadêmia leste e por lá passou alguns anos mesmo com a aprendizagem, tentando se estabilizar no sistema coreano até mais tarde, descobrir o talento para letras e atuar. De início achei o acontecimento bem recíproco, pensei que seria somente uma fazer de Segyo, correndo pela casa com textos, se encarando no espelho para ver o reflexo de uma estrela. Fui na primeira peça, feita com uns 18 em minha memória pelo menos, onde ele estudava. Conseguiu um papel bem pequeno, pelo menos o que disse no carro, mas me sentir feliz. No sorriso dele, havia as faces do senhor e senhora Im, o que me fez ficar com a mão frente ao rosto até o fim do espetáculo. Só semanas depois soube de um novo recital, aparentemente de música. ele ficou por parte da dança até tomar sem autorização o microfone do vocalista. Aquilo me fez me envergonhar por dez minutos até ver as pessoas rindo e aplaudindo. Poucas lembranças dessas que guardo daqui de cima, o restante de agora falo pelo que vi daqui onde estou. 

Ano seguinte da evolução de Segyo com o meu plano de encaixá-lo na sociedade parti. sem perceber em meio as preocupações como uma mãe jovem, praticamente consegui atingir 24 anos de idade, adoeci ficando por um tempo sob cuidados de alguns médicos e é claro, do meu filho adotivo até partir. Acho que aquilo deve ter sido minhas altas dosagem de remédios. Vejo agora claramente senhor Im e a senhora Im, sentados abaixo da cerejeira se amando. parece que o castigo de estar sozinha neste mundo, também me faz ficar de olho em Segyo. Continuando, ele largou a universidade quase restando meses, para ir embora de Seoul a um trabalho paralelo em cantar em pequenos bares. Só voltou na temporada do ano retrasado, para rever meu túmulo e de seus pais. Foi quando ficou por aqui, que conheceu novos amigos formando o grupo de hoje. 

Atualmente pelo menos, as noites que fico em claro observando pelo espelho, ele vive sozinho na mesma casa em que criei ele e passa apenas os dias para tanto ensaios, como dedicação a música e a arte de decorar. Já ouvi por aqui, um mundo paralelo, que ele fará sucesso no drama e por ainda, mudar o conceito dos pais sobre a inteligência. Acima, comprovei a eles, que o rapaz é saudável, o sempre meu filho… Im se Gyo. 

 Segyo resume-se numa pessoa fechada, tem dificuldades para se comunicar, mas além disso é um ótimo conselheiro. ele tem um cérebro muito centrado, não consegue se desviar com facilidade. Relacionamentos com ele são complicados levando jus a sua parte desligada ou desequilibrada para a tolerância de novas pessoas. Na vida artística é um ator humorado  receptivo, mas que aderi um sistema bem egoísta de trabalho. decorar textos é sempre sozinho como parte do tempo todavia para que não o torne um ser depressivo, a amizade com os rapazes da Knockout, tem sido uma excelente terapia para influenciá-lo a ser alguém tão bem delineado tanto quando a amante de seu pai fizera quando ainda estava viva. Ao mesmo que tem essa montanha-russa de coisas boas e ruins ele tem aspectos misteriosos que são visíveis apenas no momento em que se vive perto dele. Sua alcunha é viver as coisas uma única vez o mostrando, ser uma pessoa idealista não permitindo repetições. 

♦ Integrante da  Knockout; (Visual)
♦ Tem pesadelos constantes de sua morte dado as perdas também ganhando medo da própria morte;

♦ Tem certa obsessão com livros ;

♦ Possui um amor incondicional sobre todos os companheiros de grupo ;

Moon-J Entertainment
avatar
Mensagens :
47

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Im Se Gyo

Mensagem por Someone em 16th Janeiro 2016, 6:06 pm

Ficha
Ficha aceita, parabéns! <33

Bem-vindo ao Sunny Days
Someone
avatar
Mensagens :
271

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum