ANEMOIA — ▽

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANEMOIA — ▽

Mensagem por Convidado em 28th Fevereiro 2016, 5:18 pm



ᴀɴᴇᴍᴏɪᴀ ▽
Essa RP é fechada entre Hwang Shi Won e Han Hwan Rin. O cenário é um templo em Gangnam, o  Bongeunsa. O clima é nublado e nota-se que naquele dia o lugar estava bem movimentado. Não com o exagero diário todavia, tinha a exalar um clima bem tranquilo. Quase como se o tempo parasse por ali. 

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANEMOIA — ▽

Mensagem por Convidado em 28th Fevereiro 2016, 6:04 pm


KENOPSIA
"— Shiwon, li seus últimos trechos. Me parecem que anda se sentindo bem e que não precisará mais vir para cá.” - O sorriso dele parecia não estar muito feliz. Seus dedos jornadeavam bem nervosos pelos dois braços da cadeira até se retirar da sala com uma faceta fingida de uma alegria anestesiada, para a rua. O ar. Ar que respira, inspirava e se afogava pouco a pouco. 

Seus pés que andejavam sob a calçada e os cabelos que tampavam sua face pálida, bem desacostumada com a luz solar, pisoteavam as poucas folhas das árvores que  enfeitavam as ruas até o fim de suas esquinas. As pétalas suaves das pequenas cerejeiras cruzavam o seu rosto antes de atravessar a rua rumando para dentro de um dos maiores templos de Gangnam. Um bufo parecia ser presente ao cruzar o imenso portão e fitar os rostos tristes das imagens em seus pedestais de jaspe e as figuras religiosa que por ali passeavam. Para o nosso projeto de escritor, aquilo parecia ser tão vazio quanto as almas que atravessam o cemitério. Não haveria muita cor, muitas palavras. Tudo era suspendido para a comunicação do olhar. E era essa a meta de sua terapia naquele resplendoroso dia. “Saiba olhar tudo a sua volta. as pessoas também possuem a mesma essência que você e muitas vezes compartilham das mesmas tristezas que você.” - Ao conselhamento, o cantor tinha uma forte vontade de amassar o papel e atacar longe todavia, para não ouvir os velhos conselhos e ameaças vindas do corpo empresarial, tinha que aceitar tudo se quisesse realmente mudar. Dobrou aquele plágio de vida e inseriu contra o bolso da camiseta xadrez deixando entregue a sua paciência, o que viver ali. 

Pendeu com a cabeça para um lado ao passar para o lado amadeirado do templo ficando diante a uma visão do verde. Aquilo tudo que a natureza oferecia de bandeja, Shiwon só poderia enxergar um contorno cinza depredando tudo que existia no seu subconsciente, a kenopsia. 

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANEMOIA — ▽

Mensagem por Han Hwan Rin em 28th Fevereiro 2016, 6:34 pm






starry eyes
387 words
w/ shi won
winter
temple (run)

Era inverno e Hwan Rin odiava invernos. Culpava a natureza morta e melancólica que cercava as ruas de Seoul quando estação chegava, ela não gostava de coisas tristes. No entanto, lá estava ela, caminhando em direção a um templo em Gangnam. Seus pais a levavam lá quando estavam de folga e, em dias frios como aqueles, ter lembranças felizes aqueciam o coração de Rin. Nunca pensou que realmente sentiria falta deles algum dia.
Talvez devesse ter ido para o Japão, pensou, mas logo sacudiu a cabeça em discordância. Ainda tinha muitas coisas em Seoul que não conhecia e queria descobrir.
O céu nublado e as árvores desnudas complementavam o ar atemporal que Bongeunsa tinha. Ela avançou pelo arco principal, contemplando a estátua de Buda que se erguia imponente em meio ao templo. Respirou e sentiu seus pulmões arderem por causa do frio (ela não lidava bem com baixas temperaturas) e se arrependeu de ter deixado seu cachecol em casa.
O lugar estava movimentado, mas não de maneira sufocante, ainda se podia transitar sem esbarrar em ninguém. No entanto, pessoas como Hwan Rin conseguiam fazer milagres para manter seu título de desastrada. Assim, ela decidiu vagar pelo lado mais vazio e calmo do templo, indo para onde as árvores desnudas a cercavam e a leve recordação de sua mãe falando que elas eram bonitas daquela maneira, apesar de que, na infância, Hwan Rin teria, certamente, descordado dela.
Porém Han Hwan Rin nunca ficou tão hipnotizada com algo quanto ficara com aqueles galhos negros que se encontravam e se distanciavam uns dos outros, emaranhando-se, formando imagens que só ela conseguia ver. Permaneceu caminhando e, por não olhar para frente e sim para cima (absorta na paisagem que lhe cercava), ela se esbarrou na costa de alguém.
Ah, ótimo
O garoto se virou e ela logou fez uma pequena mesura (como assistia anime desde pequena, Rin tinha hábitos japoneses) e deixou as palavras saírem de sua boca, atropeladas e apelativas:
“Desculpa” ela sentiu sua bochechas ruborizadas pela vergonha.
“Eu sinto muito por esbarrar em você, eu só estava desatenta e…”Ele tem olhos tristes, notou Hwan Rin. Lembravam-na dos olhos de outra pessoa. Ela engoliu a seco e continuou a falar. “Bem, posso fazer algo para compensar? Digo, te acompanhar e tudo mais. Juro que não esbarro em você de novo.”


_________________



(oka) rin

Universitários
avatar
Mensagens :
7

Idade :
23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANEMOIA — ▽

Mensagem por Convidado em 28th Fevereiro 2016, 7:47 pm


KENOPSIA

” Existem coisas que não consigo explicar e na verdade nem quero… Esse verde ficando gradativamente cinza. Vir ao templo foi uma péssima ideia.”. - Já estava quase por s evirar, até ver uma borboleta azul cruzar o seu peito. Empoava asas tão grandes e bem aparadas que dali foi o único ser em questão que o deixou em entretenimento por longo tempo. Ou talvez não. Um empurrão o solavancou para frente, espalmando o amadeirado estendido para sustentar as telhas alaranjadas do templo o fazendo se virar rapidamente com uma das mãos segurando o peito sentindo os batuques acelerados de seu coração. Os glóbulos colares pareciam voltar-se a uma jovem bastante nervosa ou que deixasse bem claro sua expressão de desculpas o deixando sem o que falar por uns instantes. Subitamente Shiwon foi recuperando sua postura levemente rígida demonstrando com a mão a frente do corpo, um sinal de que estaria bem :

— E-E-Está tudo bem. - Procurava falar mesmo percebendo um jeito bastante peculiar daquela que parecia ser uma velocista do linguajar o fazendo fazer duas meia reverências, para mostrar que estava bem. — Imagino que eu deva pedir desculpas. Não deveria ficar jogado por aqui... - Fez um sinal inclinando a cabeça querendo retirar aquele peso dela. Não tinha lógica de fato, mas sempre guardou esse comportamento diferenciado. A palavra “acompanhar” retumbou profundamente no seu cérebro de maneira dolorosa o fazendo virar um pouco com o rosto para o lado, apoiando o palmo da mão no cercado. o corpo magro e pálido por ali bateu fazendo a visão se erguer com muito cuidado e precisão fita aos dela. Não acreditava no que estava prestes a dizer :

— Me parece ter um rosto estrangeiro. - Pausava elevando a mão próximo a boca, depois coçando o queixo. — Posso lhe apresentar o lugar?! - Empurrava o corpo dando um solavanco para se manter de pé pousando a mão novamente em seu bolso olhando para o chão. O cabelo partia-se deixando  alguns fios caírem falhados a frente de seus olhos. Shiwon, isso parece ser um teste para a sua personalidade. Educação e cordialidade pareciam ser um mar de jiboias. Gingando por um instante com a sua cintura, indo um pouco para frente para comprimir o tanto de ar que poderia dentro de sua caixa pulmonar, o tal vira apenas a face para trás sem esboçar nenhum sorriso, mas sim um delicado olhar para que trouxesse calmaria aquela que dividia o recinto sem trazer “más energias” por algumas pontadas que agora sentia a sua parte traseira do corpo :

— A propósito, sou Hwang shi Won. A seu dispor. - Fez um sinal com o palmo da mão como se tivesse dificuldade mecânica em realizar o aceno. 


Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANEMOIA — ▽

Mensagem por Han Hwan Rin em 12th Março 2016, 12:02 pm






starry eyes
269 shits
w/ shi won
winter
temple (run)
As bochechas de Hwan Rin queimavam. Infelizmente, a última coisa que ela sabia fazer era disfarçar o que estava sentindo e, no momento, era vergonha. Vergonha por ser tão desajeitada e derrubar um garoto em um templo. Mais vergonha ainda porque ele era bonito (apesar de isso não importar tanto, mas pessoas de rosto bonito a intimidavam). No entanto, ele parecia tão envergonhado quanto ela.

“Não precisava perdir desculpa, já que eu sou a culpada.” Reprendeu-se mentalmente por está sendo muito formal quando essa não era a intenção. Grunhiu. “Mas de qualquer maneira, eu o perdoo. Agora estamos quites.”

Hwan Rin inconscientemente tocou sua orelha. Poucas pessoas sabiam que aquilo significava medo. Não o tipo de medo que se sente ao ver um filme de terror e sim, medo do que viria depois. Incerteza. Porém os olhos dele… Ela queria continuar a falar com aquele garoto (era tudo culpa daquele seu senso de piedade que guardava a sete chaves dentro do seu subconsciente)

“Oh, eu não sou estrangeira, quem me dera” respondeu, dando uma risada fraca. “Porém seria incrível se me mostrasse esse tal lugar.”

Analisava-o. Odiava esse hábito que adquirira. Inevitavelmente, ela observou a cordialidade exagerada, talvez a falta de contato social e a introversão que ele apresentava, porém havia um esforço ali e isso fez Hwan Rin sorrir.

“Hwang Shi Won” repetiu o nome dele, sentindo a sonoridade deslizar pelas letras “Sou Han Hwan Rin. Muito prazer. Também estou ao seu dispor.” Respondeu o sinal de Hwang e o acompanhou. “Se me permite perguntar, Hwang. Você mora aqui perto? Parece que você conhece bem o templo.”


(...)


NOTA: ME DESCULPA NÃO TER POSTADO EU SOU UM MONSTRO. TÁ UMA SHITZINHA 2.0, MAS EU PROMETO FAZER UM PLOT SHOW COM O SHI WON Ç-Ç


_________________



(oka) rin

Universitários
avatar
Mensagens :
7

Idade :
23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANEMOIA — ▽

Mensagem por Convidado em 16th Março 2016, 4:01 pm


KENOPSIA

Ele então a escutou passando o dedo a frente dos lábios enquanto também tinha uma das mãos enfiadas dentro do bolso da calça cor preta. Não era estrangeira. O fez reverter a situação em pensar que seu erro deva ser falta de umas boas saídas, assim suspirando no seu subconsciente. O nome desta o fez sorrir olhando para baixo onde moveu o pé duas vezes erguendo o olhar diante dessa :


 — Han… Hwang? Hwan Rin! Um belo nome. - Analisou a forma de pronuncia assim se virando. Logo sentiu ela o acompanhar numa das laterais físicas, voltando a face um pouco para o lado ofertando-lhe atenção. a pergunta todavia, o fez ficar uma tanto hesitante a responder. Caiu em si, que era a primeira vez que iria para tal localidade e que também poderia comprometer o dia daquela jovem. A mão percorreu a própria nuca dando um leve aperto de frustração. Encarou-a nos olhos após afastar algumas mechas intrometidas :

— Se eu lhe disse Han Hwan Rin, que esta está sendo a minha primeira vez por aqui e que na realidade, não desejava estar aqui, você acreditaria?  - Tentou rir para talvez fazer algum laço de simpatia com a mesma sem muita distinção de vontade :

 — Não precisa ser tão formal… Chame-me de Shiwon. Acredito que tenhamos a mesma idade. - Fez uma meia reverência sorrindo. Virou a face olhando o redor acalentando-se com o “cinza “ de sua visão apertando as mãos até subi-las perto do peito cruzando brevemente :

— Eu precisava vir aqui de uma forma ou de outra. Acho que do outro lado terá o oratório… - Disse um tanto duvidoso não deixando com clareza, a sua certeza ao que dizia. Duvidoso da presença da mesma e de sua fala sem nexo anteriormente dita, deslocou com o corpo um pouco para o lado olhando-a com as mãos dentro dos dois bolsos da calça preta :

— Então... O que a trouxe aqui? Não quero ser tão evasivo assim por pouco tempo... - Voltou-se atônito para frente respirando conforme a brisa batia na ponta de seu nariz frio. — Nunca consigo começar uma conversa… - Travou procurando a melhor palavra para expressar a trombada com a nova “conhecida estranha”.  —  Com uma nova pessoa! Me perdoe- Exclamou animado ao retirar uma das mãos do bolso morno pousando sob o lábio depredando a pelinha da lateral do dedo indicador, descendo perto da gola da camisa puxando-a para o lado.


Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANEMOIA — ▽

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum