Sweet life

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 23rd Janeiro 2016, 5:53 pm



Sweet life

Ok Yun Hyun e Xiah Hae Sun encontraram-se em sua casa durante a manhã, onde Haesun se levanta primeiro e vai até a cozinha para ver o que tinha de melhor. De certo, acordou tarde, lá para as onze da manhã e decidido a fazer um bolo o mesmo ficará num cômodo separado do jovem rapaz que estaria dormindo.

Sábado •  Clima ensolarado

Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 23rd Janeiro 2016, 6:23 pm

starve the demons

Os olhos se abriram por uns instantes até ver o clarão do dia a infiltrar o quarto passando o palmo pálido sob os olhos, até se acostumar com o amanhecer. Este ergue um pouco o pescoço fitando o relógio até ver o grande sábado começando 10:30. Antes que pudesse se levantar com muito prazer, olhou para o lado vendo o garoto um tanto acolhido e assim com certa gentileza, subiu a coberta para mais perto do rosto e recuando aos poucos da cama até se levantar, tocando o solo frio um tanto trêmulo, tomou um susto batendo com as costas na janela assim fazer um “Tsssc.” sonoro espalmando com toda a força que tinha a cortina, a trazendo mais para o lado, tampando a luz onde pudesse acertar a face do bailarino e assim foi até o banheiro. Com cuidado, abriu a torneira e lavou o rosto assim também, dando três tapas na cabeça para ver se os cabelos voltavam a uma posição aceitável até abrir a porta e fechá-la, olhando para o outro curvando o caminho para ir ao corredor e assim descer até a cozinha.

Respirou mais aliviado mesmo sendo desengonçado ao acordar, não interrompeu o outro, lhe dando o descanso que merecia. Foi até o balcão, indo ligar a cafeteira e se sentou pro alguns instantes com o celular. Ao deslizar o dedo, percebe uma anotação que vibrará após cinco minutos o lembrando do dia. Em seu título estava grifado “Doce vida, com bolo e Yun.” - É. Parecia ter marcado algo com o garoto, uma surpresa talvez. Anestesiado pelo sono, Xiah virou o rostro defronte a xícara vazia e com alguns minutos passados com o café, pegou a garrafa e despejou uma pequena quantidade para saciar o senso cansado. Virou o copo com pressa, na leve sensação de ter ouvido alguns passos assim afastando-se do balcão. 

Sua cintura bateu na gaveta entreaberta e sua mão assim comprimiu pressão assim com uma mordida do lábio sentindo o doloroso efeito até suspirar. Aproveitou para abri-la e ver o que tinha por dentro percebendo dois aventais e um conjunto de colher. O maior assim eleva o dedo a cabeça, depredando uma coceira lenta. Forçou a mente, mas não lembrava de ter comprado o que mostrava seu ânimo para o dia. Virou o corpo fitando a pia limpa e assim continuou a checar a cozinha até ver os armários :

“— Amanhã vou ver se vou para um supermercado já… Me sinto perdido até em casa.” - Sua mão desliza pela face e assim fita a tela do celular. Começou a desligar a conectividade com as redes até caminhar a porta virada para a entrada do jardim e ficou observando ante as flores coloridas da manhã até olhar para o chão. Correu até a escada vergando o corpo para visionar e foi para sala se sentar. O controle da TV ficou no fundo de uma das almofadas o fazendo jogar tudo contra o chão e se acatar até pelo menos, reempalhar desordenadamente já parecendo prever os berros do namorado, se folgando para os primeiros ritos do dia quase perdido.


_________________

Because I know if I look at you , I won't be able to stop
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 23rd Janeiro 2016, 7:24 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Os barulhos que soaram pelo quarto não foram o suficiente para acordar o menino alvo que descansava na cama, muito menos a movimentação do namorado ou o movimento que este fizera para cobrir-lhe melhor. Apenas mexeu-se levemente ali, acomodando-se ainda melhor nos lençóis. Minutos depois, pendeu entre a consciência e a inconsciência e desistindo de voltar a dormir, tateou a cama, notando a falta do namorado. Abriu os olhos e os coçou brevemente, olhando pra o relógio, vendo este marcar 10:57.

Levantou-se, rumando para o banheiro adjacente ao quarto e escovou os dentes, sem preocupar-se em arrumar o cabelo ou lavar o rosto decentemente, estava com preguiça e mal sabia como conseguiu escovar os dentes. Com os olhos semicerrados, saiu do quarto tateando, sentindo a manga do pijama raspar-lhe o braço. Não trocou o conjunto branco que vestiu, pois gostava de ficar daquele modo em casa. Depois de passos lentos até o final da escada, encontrou o namorado na sala e soltou um sorriso, coçando os olhos ao encaminhar-se até ele.

Reparou a bagunça feita pelo outro, mas deixaria para chamar-lhe a atenção posteriormente. Ao encontrar-se perto de Haesun, sentou-se em seu colo e o abraçando pelos ombros, deixando a cabeça apoiada no ombro do rapaz mais velho. – Hyung... Bom dia – Sussurrou, selando a pele da região do maior. – Porque você não me acordou? – Perguntou, antes de acomodar-se no colo alheio e passar as pernas para cima do sofá, parecendo um grande bebê ali.

Fechou os olhos, aproveitando do colo do maior e, conforme ia despertando, foi lembrando das coisas que tinha para fazer, recordando-se de ter já comprado o que precisaria para o dia com o namorado. – Yeobo, nós vamos cozinhar juntos ainda? Eu comprei o que você esqueceu. – Riu baixo, levantando-se da posição inicial e olhando o rosto amorenado e os lábios fartos do maior.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 24th Janeiro 2016, 12:26 am

Queria ficar por mais segundos em silêncio deixando o rapaz descansar no compartimento de cima. A face chateada do adulto parecia não se contentar com a programação, torcia os lábios sempre que via um comercial ou um corte promocional até suspirar se sentando, atacando assim de uma forma qualquer, a almofada de lado. 

Quando menos esperou, sentiu uma figura pálida lhe passar pela frente, uma mão de certo alguém lhe tocou. O tempo só deu de piscar os olhos despertando da luz artificial da TV :

— Já acordou Yun? Bom dia. - Sentiu o beijo assim tentando  virar o rosto para dar um suave toque na cabeça do menor num selinho para cumprimentá-lo e olhou para a televisão assim o escutando sobre a compra. ” Sabia que ia esquecer alguma coisa…” - Sorriu para ele relaxando o corpo com um suspiro generoso em concordância com o mais novo :

— Você treina muito durante semana. Agora que estamos aqui, quero que descanse. - Pausa agora dirigindo seu argumento diretamente ao programa do dia.— Vamos sim. sabia que estava esquecendo de algo. - Riu afagando o cabelo do menino de forma que seu ar sonolento, fosse quase que espantado, para o chamar entre o novo calor do dia.



_________________

Because I know if I look at you , I won't be able to stop
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 24th Janeiro 2016, 11:18 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Já estava praticamente desperto, quando ouviu o maior falar sobre seus treinos, concordou. Era verdade tudo aquilo e acompanhar os comebacks, debuts tudo isso tinha seus momentos de treinos excessivo. – Mas eu queria ficar mais tempo com você, yeobo. – Fez um bico fofo, às vezes, ficava dias sem poder ver o namorado conforme suas viagens iam acontecendo e temia que isso acontecesse de novo.

Ainda sentado no colo de Haesun, observou seu rosto mais uma vez, rindo baixo ao ouvi-lo falar sobre esquecer alguma coisa. – Você é muito avoado, Hae-yah. – Franziu o cenho, cutucando as bochechas do mais velho. – Não sei como não se esquece de suas publicações e coisas do tipo. – Levantou-se do colo alheio e esticou a mão. – Vamos para cozinha? Podemos começar a cozinhar agora e aproveitar que logo teremos fome. – Sorriu.

Ao ter o pedido concedido, rumou para a cozinha com o mais alto e servindo-se de um xícara com café, observou-o por um momento, sorvendo o líquido quente vagarosamente. – Você já tem a receita aí? – Questionou, finalizando a bebida após algumas goladas e podendo assim despertar completamente.

– Pode me falar o que precisamos e, então, nós começamos a cozinhar, certo? – Sorriu, animando-se com a ideia de realizar um programa tão familiar com Haesun. Yunhyun adorava os momentos família que tinha com o mais velho e tudo que vinha deste, é claro. Os dois formavam um bonito casal, entre tudo.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything
[/i]

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 25th Janeiro 2016, 5:12 pm


O tal se erguia indo andando até a cozinha fazendo com que o corpo do mais velho se erguesse aos poucos com a mão perto dos lábios o observando. Seus olhos se viraram para o relógio, que girava seus pesados ponteiros até se retratar com mais cuidado com o menor. Sobre a pergunta da receita, o editor abre uma das gavetas puxando o livro. Lá tem uma fita azulada em destaque na qual puxa para o lado abrindo a página com seriedade fitando com inexpressiva sensação até se voltar ao mesmo :

— Havia separado este. Tem frutas no meio, como banana e morango. Já o sabor como chocolate ou baunilha não ficariam ruim... - Ele suspirou deixando o dedo indicador a frente dos lábios numa forte pressão. — Pode pegar dois vasilhames? Vou pegar a batedeira. - Assim ele virava o corpo abrindo o armário vergando com o corpo e dobrando as pernas para pegar o objeto o despejando no balcão. — Um pouco empoeirado. - Puxou o objeto o arrastando pela cabine até perto da pia, onde puxou a mangueira inox banhando por alguns segundos assim também molhando a pequena puxa coletando o pouco do sabão ao lado esfregando o projétil o observando :

— Por garantia Yun. Posso acender o forno depois. - Ele assim abaixa a cabeça para focar no enxague até reolha-lo.— Não quero que se queime. - Sorriu vermelho piscando os olhos duas vezes abaixando o olhar. Soltou o instrumento parado bem quieto na bancada respirando fundo o observando. Quando esquivou do corpo do menor, bagunçou suas madeixas indo também até a geladeira pegando a caixa de ovos volvendo para abrir o cesto pegando dois pares de banana os equilibrando no corpo. — Como fui esquecer do morango... - Ele revirou os olhos bufando fazendo uma mexa do cabelo ir aos ares. 
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 25th Janeiro 2016, 6:46 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Ouviu toda a explicação do namorado e enquanto isso imagina o bolo com uma grossa camada de calda de chocolate e claro, bem recheado com as frutas. Com o pedido, virou-se e nas pontas dos pés, retirou duas vasilhas de vidro de uma das prateleiras de cima. Ambas estavam utilizáveis, por serem mais usadas no dia a dia, por precaução, virou-se indo para a pia vislumbrando o namorado lavando a batedeira e ainda podendo captá-lo dizendo estar empoeirado. Riu baixo, aproximando-se da pia e pondo-se a lavar os recipientes.

– Qual foi a última vez que nós usamos essa batedeira, hyung? – Posicionou os vasilhames sobre a mesa de vidro e observou o maior dos dois continuar a lavar a batedeira e logo pôde ouvi-lo falar sobre o forno. Corou, amando a preocupação do rapaz consigo, ele amava aquilo. – Tudo bem, yeobo. Sem problemas. – Sorriu largo e sentiu o amado bagunçar-lhe os fios, rindo baixo com aquilo.

Pouco depois, lembrou-se que havia comprado morangos, mas também lembrou-se que os havia comido não muito tempo antes do dia, corou e abaixou o rosto. – Eu comprei, hyung, mas os comi. Tem uns dois dias, talvez? – Franziu o cenho, tentando lembrar-se daquele momento. – Nós podemos substituir por alguma coisa? – Franziu o cenho, olhando-o culpado.

Cruzou os braços frente ao corpo e deixou um bico formar-se em seus finos e avermelhados lábios, sentia-se realmente frustrado por ter comido as frutas sem deixar para o bolo ou de não ter comprado mais, conforme havia planejado. – Eu posso ir cortando as bananas, enquanto você faz a massa, pode ser? – Questionou, andando até o outro e pegando as bananas de sua mão, deixando um selo em seus lábios. – E a gente podia fazer uma calda de chocolate para pôr por cima, o que você acha? – Sorriu, olhando expectativamente para o mais velho.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 26th Janeiro 2016, 5:24 pm


Sobre o tempo do utensílio questionado pelo menor,  o editor cerrou os olhos observando o objeto até tentar chutar :

— Deve ser um ano. Nunca tive o hábito de cozinhar sabe... Antes de você vir para cá, saia bastante pra comer fora. Acho que depois da sua vinda então, foi uma vez também. Estamos há um ano juntos. Bah... Não sou bom com contas.  - O via se aproximar assim sorridente ao ver ele estender o braço pegando as bananas assim o ajudando para não cair. com o selinho, este fica vermelho e morde o próprio lábio sentindo o gosto suave  doce e doce até ouvir a proposta do jovem menino. Fez um sinal positivo com a cabeça sacolejando no ar, o dedo indicador como um baterista, recuando assim abrindo a geladeira, trazendo junto de si mesmo, uma caixa de leite e uma pequenina travessa com manteiga. Correu para a bancada as deixando de canto com a tigela que assim puxava com cuidado e o olhou dizendo sobre os morangos. Riu baixo fazendo uma um olhar que expressasse "Fique tranquilo" e pensou :

— Sim. Se gostar de misturar maçã e banana... Tem que conferir lá dentro, o que mais de frutas tem. Se quiser escolher fique a vontade. - O viu dizer sobre fazer a massa assim elevando uma das mãos até a cabeça, dispensando como se o outro fosse alguma espécie de comandante. Percorreu a bancada abrindo a gaveta assim retirando os dois auxiliares os encaixando na parte debaixo do aparelho. Fez um teste, ligando na tomada, apertando um dos dois botões após virar o gonzo de um o olhando. "Deu certo." - Pensou. Parou com o objeto deixando deitado sob a banca até quebrar no mais tardar seis ovos, jogar farinha e despejar o leite com cuidado. Procurou a colher mais próxima girando na mão enquanto assim ficou no projétil o mexendo de leve até puxar uma tabuleta de madeira a pousando por ali mesmo. Abriu os armários para procurar o fermento, o arrancando a tapa assim também se apossando de uma colherinha com que pendia abobada no escorredor pegando uma colherinha mínima o jogando coma massa. Ligou a batedeira fazendo movimentos circulares ao envolto da bacia virando a face :

— Não é uma má ideia. - Falou elevando um pouco o grau de sua voz em resposta do barulho se dispersar pela comodidade. — Só tenho cisma de caso lhe trouxer problemas depois. Manter a alimentação balanceada e etc... - Assim o fitou em dúvida. Mas saberia bem que queria que o menino comece os doces. Sempre lhe agradava, vê-lo ou gastar com este tipo de coisa. Praticamente a todo tempo, ficava sem gastar com diversão, era o compulsivo economista.
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 28th Janeiro 2016, 6:45 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


– Eu baguncei muito a sua vida, né? Mas de qualquer forma, foi o melhor ano da minha vida. – Yunhyun disse corando levemente e olhando para o maior, em seguida, comendo uma das rodelas da banana que havia cortado. Observou o namorado correndo com as coisas na mão com um sorriso bobo e apaixonado nos lábios. Finalizou o corte da banana, lembrando-se de algumas receitas que vira na televisão. – Hyung! Nós podemos cobrir as bananas com canela e usar só isso de recheio, o que acha? – Sorriu por ter a ideia.

Levantou-se, buscando pelo condimento em pó pelos armários. Por vezes agachando, por vezes ficando na ponta do pé, observava alguns potinhos para tentar lembrar-se de onde o havia guardado. Com o cenho franzido, parou no centro da cozinha, podendo ouvir a batedeira funcionar e em seguida, lembrou-se de ter posto junto com alimentos, na prateleira certa deles. Deu um leve tapa, na própria testa e rumou para o local, pegando o pacote pequeno com a canela.

Voltando para a bancada, despejou um pouco da canela e voltando-se para o armário, rapidamente buscou um pouco de açúcar, despejando no condimento e logo misturando-os. Juntou as bananas e as misturou bem, vendo a fruta pegar bem a canela. Satisfeito, sorriu e reservou as bananas fatiadas e ficou olhando enquanto o namorado terminava a massa.

Deu de ombros, dispensando com a mão o comentário do maior. – Eu fico muito tempo nessa coisa de alimentação saudável e coisas do tipo. Eu quero sair um pouco da rotina, além do mais é só hoje, certo? – Sorriu, aproximando-se do namorado. Os olhos felinos do garoto esquadrinhou o rosto conhecido e amado do outro, passando por seus lábios e em seguida para a batedeira, observando o conteúdo por um tempo. Os braços finos, rodearam a cintura de Haesun e o garoto apoio a testa no braço do maior, enquanto ainda não estava pronto.  - Não tem como você ir na próxima viagem comigo? – Questionou, com um bico percorrendo os lábios finos. – Eu fico muito sozinho e você também... -  Suspirou, mantendo-se da mesma forma com o namorado.

Estava começando a ficar sentimental demais e um tanto carente. Yunhyun sabia o que aquilo significava e revirou os olhos, aqueles dias poderiam ser cruéis longe do amado e esperava sinceramente poder criar alguma coisa para poder ficar em casa, apenas recebendo os carinhos de Haesun, afundando-se nos braços do namorado... Estava até mesmo corado pelos pensamentos com o maior.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 29th Janeiro 2016, 4:56 pm


— De forma alguma! - Ele exclamava com muita pressão e convicta certeza sobre a entrada do rapaz em sua vida a certo ponto de quase se desequilibrar com a massa. Virou o rosto fitando o rapazinho no meio da cozinha com um sorriso bem nítido em seus lábios concordando com sua ideia sobre a canela assim por um instante dando atenção a batedeira. Sentiu uma certa aproximação, com os barulhos dos pés do mais novo que se dispersavam orgulhosos pelo assoalho até sentir um abraço em sua cintura. A coação e um peso bom de se sentir em seu braço, o fez desligar a batedeira olhando pelas poucas fendas da janela da cozinha fazendo as lascas das luzes, atingirem sua íris a colorindo. Ria corado, muito envergonhado parecia ter 17 anos, sua mão queria ir no próprio rosto para uma coceira ou pelo menos num disfarce, mas acabou largando a máquina por ali com cuidado para não sujar o chão, deixando as mãos por cima da dele como se passageasse em silêncio olhando para baixo :

— Tudo o que quiser então. - Referia-se a comer algo diferente para variar de sua dieta, até passar o dedo depredando parte da mão dele para ele até dar uma leve soltada talvez compreendendo talvez a antipatia daquilo por um longo tempo espalmando acima de sua cabeça, o armário o abrindo sem ter que erguer a ponta do pé, talvez ainda sentindo o famoso por trás de si olhando o potinho de chocolate :

— O quarto fica parecendo um deserto sem você... - O mesmo piscou duas vezes não querendo que os olhos marejassem. — Não sei ao certo, mas odeio estar sem você, talvez me sinta abandonado, jogado ou então ter a ciência do sozinho me bate uma depressão. Vem daí que ganho o medo contra o escuro. - Uma pausa se fez e o silêncio reino afim de fazê-lo respirar. Doçura não seria aquela coisa que sempre reinasse entre ambos e Hae as vezes ficava muito receoso. Para mudar o comportamento de uma pessoa ainda que fosse sua protegida ou um elemento importante em sua vida, bastavam apenas uma palavra para talvez distanciar e em erros, perdê-lo para sempre. Tendo noção disto, o editor suspirou afagando os próprios cabelos até puxar um sorriso se recobrando da visão de Yun :

— Deveria de ter pelo menos três pessoas da revista atrás de mim. - Deu uma abaixada na cabeça fitando, pela brecha em seu braço. — Mas fugir não parece uma má ideia...- Deixou a voz escoar, leve e suave, mas rouca e triste. 
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 1st Fevereiro 2016, 7:50 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Os braços finos passaram a rodear a cintura do maior conforme ele se contorcionava para alcançar o armário. Antes, Yun segurou o riso ao vê-lo quase derrubar a batedeira e a massa, balançando a cabeça lentamente por isso. Ouviu-o dizendo sobre poder comer o que quisesse e sorriu, ainda meio bobo pela preocupação do outro com sua alimentação. O sorriso largo em sua faca começou a diminuir ao ouvir seu novo relato.

Conforme as palavras saíam de Haesun, Yun sentia-se um pouco culpado por deixar o namorado durante tanto tempo sozinho daquela forma. Ainda se preocupava muito pela saúde do outro e com o medo de ele ter alguma crise ou algo do tipo enquanto estivesse fora, para alguma viagem do trabalho. Iria diminuir o tempo e talvez, até pediria para atuar como instrutor dos trainees da empresa.

Abraçou o maior com força, afudando seu rosto nas costas largas dele por um breve momento. Em seguida, contornou-o, ficando ao seu lado e voltando a abraçar sua cintura, dessa vez apoiando a cabeça em seu ombro. – Yeobo, você não está abandonado... É só que eu não tenho muita escolha em seguir ou não as viagens. Eu me sinto triste que você se sinta assim, de verdade. Eu te amo, Hae-hyung, te amo muito mesmo e me sinto falho ao fazer de tudo para ficar com você e ainda não poder. E de qualquer forma, você não precisa temer o escuro, certo? Porque mesmo estando longe eu estou com você. Aqui. – Tocou o lado do coração do maior e sorriu.  Selando, em seguida, a área.

Quando viu o sorriso grande aberto pelo namorado, sorriu também e conforme ele foi falando, riu baixinho, negando com a cabeça. – Só nós dois, certo? – Abraçou o namorado mais uma vez, notando seu sorriso. – Não fica triste hyung. Hoje somos só eu e você, certo? – Disse e logo separou-se do amado, indo pegar as bananas cortadas. – Iremos coloca-las agora ou depois do bolo assar, recheando ele? – Pensou um pouco, deixando a vasilha sobre a pia. – Podemos fazer um creme branco também, para acompanhar as bananas. – Sorriu esperançoso, afinal, não era sempre que podia comer aquelas besteiras e logo teria que novamente entrar na dieta rígida, imposta pela empresa.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 3rd Fevereiro 2016, 3:39 pm



A aproximação do mesmo fazia Hae rir vermelho, sempre como se tivesse consumido muito sala o fazendo subir a mão pela lateral do corpo do menor acariciando os cabelos os afagando até perceber sua desaproximamento assim dando uma olhada calma para trás. A frase o fez mostrar as partes de cima dos dentes abaixando acabasse para que não o percebesse o sorriso :

—Sempre acreditei nisso. " - É claro. "- Mordeu o lábio para lubrificar. Sentiu uma vontade frívola de beijá-lo ou então deixá-lo como sempre a disposição dos mimos até vê-lo com a banana e mais o puxação das frases o fazendo quase que hesitante para não largar as coisas e pegá-lo, até aos poucos ir lutando e lutando, deixando cada coisa paramentada para que não caísse assim virando com o corpo para perto dele selando os lábios passando o dedo profuso abaixo da região dos olhos dele suspirando baixo e pouco rouco :

— Não ligue para as coisas que digo as vezes. Acho que não bato bem da cabeça. - Este bate com a pontinha do dedo indicador na própria testa. Assim recuando o vendo deixar a vasilha sob a pia observando cada filete da frase para analisar o próximo passo :

— O que achar melhor. Mas daí vai querer fazer a calda ainda? Quero ver isso numa mistura... - Riu abafando com a mão na boca tentando procurar a forma entre os armários passando para o lado do jovem menino passando a água. Puxava o potinho com manteiga partindo em uma pequena porção mínima na colher o espalhando pelas beiradas indo até o fogão para checar o forno :

— Vai precisar de mais coisa? - Dissera voltando-se para trás. 
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 4th Fevereiro 2016, 5:54 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Sorriu com a frase do namorado, contente por ver que o maior acreditava em si, mesmo que às vezes não estivesse tão presente. Por um momento, olhou pela janela divagando ao observar o quintal, podendo repassar sua vida humilde até chegar ali, com Haesun e, então, o luxo que o rodeava naquele momento a mordomia que nunca tivera. Sorriu, sorriu largo. Como sua vida mudou ao chegar a Seul, como sua vida mudou ao conhecer o mais velho.

Yunhyun estava feliz. Encontrou a felicidade em gestos mínimos e em sorrisos cativantes, nos toques cálidos e no amor gentil de Haesun. Xiah Haesun era a sua felicidade, para falar a verdade. Mas, ainda assim, faltava algo que era sonhos de Yunhyun e que era um de seus maiores planos para quando conhecesse o amor de sua vida.

Surpreendeu-se em meio de seus devaneios ao ter os lábios do maior sobre os seus em um selo rápido, fazendo com que suas mãos tocassem os ombros do mais velho e logo um sorriso tímido tomava conta do rosto corado de Yunhyun. Sentiu o toque dos dedos do namorado e logo o sorriso alargou-se, ouvindo-o atentamente. – Você é perfeitamente são, hyung. – Riu baixinho dos gestos do outro, balançando a cabeça negativamente.

Ouviu as frases soltas pelo outro em seguida e pensou um pouco, negando com a cabeça e logo passou a observar o namorado ainda escorado na pia, com a vasilha junto das bananas ao seu lado. Seus olhos admiravam o homem que estava agachado perto do forno. Seu sorriso ainda estava estampado, ao pensar em quão sortudo era ter Haesun consigo para amá-lo e cuidá-lo, assim como amava e cuidava dele, não cuidava tanto quanto gostaria devido ao trabalho, mas logo pegaria férias para poder passar junto do namorado.

– Deixa. Acho que não hyung. – Franziu o cenho, tentando se lembrar de mais alguma coisa que poderiam fazer. Balançou a cabeça, negando. – Acho que não, hyung. – Sorriu, voltando a observá-lo de canto.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 5th Fevereiro 2016, 8:23 pm



Ele torceu o lábio olhando para dentro do forno curioso até sacar a espécime de varinha que muito utilizara substituindo qualquer isqueiro e fósforo fazendo um teste primário quase queimando a sua própria mão até tentar inflamar dentro do móvel querendo que esquentasse. Deixou o forno fechado subindo a tapa olhando o rapaz abrindo os dois dedos de paz sorrindo para o mesmo visando a forma a pegando com cuidado após calçar um par de luvas azuladas despejadas sob o balcão o tentando encaixar dentro do forno, após permanecendo ainda abaixado para ver se tudo correria bem assim ficando de pé colocando as duas mãos nos bolsos :

— Podemos rechear ao meio. A massa pode demorar um pouco, mas ficará ótimo! Faço até o teste da cerra. - Exclamou com um humor anestesiado da melhor forma o possível até fitar o relógio. Pareciam ter acordado tarde, entretanto não dava explicações de seu corpo estar seriamente sonolento. Encostou a mão no balcão virando o rosto para o lado onde estivera a sala e então mordeu a unha do dedo polegar olhando o rapaz com as bananas. Tentou ir para o lado dele pegando o chocolate seguidamente indo até a geladeira a procura do leite condensado pousando na bancada. Puxou de dentro da gaveta, uma colher simples assim após deixar uma quantidade bem generosa do chocolate num vasilhame bem menor, parecendo-se um uma tigela de sopa assim o permeando com o leite condensado fincando a colher o mexendo com pressa num movimento giratório mordendo o beiço em esforço :

— Tenho que praticar mais destas. - Desaproximou a colher querendo ver a consistência. 
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 8th Fevereiro 2016, 5:47 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


– Tenho certeza que sim, hyung! – O sorriso que Yunhyun deu, chegou a doer pelo seu tamanho. Seus olhos felinos ainda acompanhavam Haesun em toda sua trajetória com a forma e com o fogão que ele tentava acender.  Permaneceu onde estava, mas mesmo assim sentia a necessidade de estar perto do maior, estava ligeiramente carente de atenção.

Observou-o realizando toda a ação seguinte com o chocolate, depois sorriu aproximando-se dele e envolvendo sua cintura com um braço. Olhou para a mistura e colheu um pouco dela com os dedos, levando aos lábios para saboreá-la.   – Você vai aquecer? Ela está boa. – Comentou, olhando para a vasilha pequena.

Por um instante, olhou o namorado com um sorriso bobo e logo beijou seu braço, apoiando a cabeça em seu ombro. – Vai mexer mais, hyung? – Perguntou curioso, sua personalidade manhosa estava se mostrando, devido à sua descoberta pelo seu estado. Suspirou, afastando-se do maior para novamente recolher as bananas cortadas.

Ao retornar, depositou-as no balcão e logo rodeou o balcão, puxando uma cadeira e logo sentando-se lá, com o rosto apoiados nas mãos e um olhar extremamente apaixonado. Yunhyun ficou observando o namorado mexer o creme mais uma vez, com o mesmo olhar e um sorriso bobo. – Hyung... Você está fazendo a maior parte... – Seu bico aumentou, devido aos pensamentos que lhe tomaram, ao pensar ser um inútil para o outro.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 9th Fevereiro 2016, 7:18 pm

Sentiu sua cintura envolvida fazendo o coração pulsar mais rápido ficando calado. Escutava tudo  o que ele falava ainda vendo-o  se distanciar. Sentiu falta daquele contato físico por uns instantes até empurrar a vasilha com a colher pro lado percebendo novamente a sua chegada. O beijo lhe distribuído pelo braço, o fez automaticamente elevar a mão do menino a apertando consigo mesmo :

— Não sei ao certo. Acho que aqueceria bem rápido após ter certeza que a massa ficasse firme. Seria capaz de esquentar e esfriar e etc. - Explicou olhando para o chocolate até volver ao namorado um tanto triste ou talvez, sensibilizado com algum ocorrido. Ficou ali, cuidadosamente lendo aquelas mudanças faciais ficando um tanto derretido a cada mexida se controlando de forma compulsiva ao pousar a mão na mesa e deixar a outra livre a frente do botão da calça, pendendo com o rosto para um lado para fitá-lo. As bananas bem cortadas, foram entregues no balcão bem aparadas pela mão pálida do editor que empurrava para ao lado do outro pote. Sendo visível aquele biquinho decepcionado do menino, Xiah ficou derretido sentindo um certo frio subir por sua nuca querendo arranjar algum argumento lógico talvez por sua funcionalidade  individualista :

— É… Que bem. Sempre fui apressadinho. - Corou sem causar demais cerimônias, deixando claro o pensamento livre vindo do outro. 

Num golpe, sua vista pareceu de repente encarar a barriga do jovem preenchendo assim com um formato mais arredondado. Cria de sua cabeça obviamente nítida, a imagem de sua mão, acariciando carinhosamente com um olhar tão derretido e enérgico que o fez ficar a favor de sua imobilidade por um certo momento. Faz um bico o procurando o igualar, passando o dedo indicador na lateral da cadeira do dançarino usando um pouco de sua  força para virá-lo ficando de frente para si. A mesma mão, ousou passar pela cintura dele após por um feixe da camiseta do rapaz tocando o baixo frente.- única parte inclusive, que conseguiu alcançar naquele minuto - assim fitando aquela face pálida e oval. O outro membro livre, seguintemente o cercou passando para ao lado do seu braço baixo na mesa como se o encurralasse. Não fazia aquilo de forma ruim, era para que mantivessem ainda mais unidos. Os finos lábios, desenhados por um contorno talvez de um céu ao fechar o dia, se abriram. Os olhos miraram-o com cuidado, não deixava a pressão viver em casa, queria fazê-lo relaxar. Com isto, passou por um segundo a mão pela cocha dele dando impressão que suas pálpebras ocultaram a íris até os dedos finos e compridos, irem ao pescoço dele, acariciando os fios louros da cabeça que comprimiam para a localidade :

— Pode fazer o que quiser Yun. - Deixou o timbre de sua voz bem moderada, transmitindo tranquilidade e confiança para o ouvinte agora, parecendo ligar os pontos daquele comportamento tão fofo, mas ao mesmo tempo tão duvidoso. Ele pende com a cabeça para o lado deixando os olhinhos espremidos envoltos para o ventre, aquilo o deixava numa situação tão presa. Não queria estar preso a algumas esperanças, lembra-se da chave especial que tinham no andar de cima da casa, o quartinho de criança parecia ser um terrível sonho, uma inestimável beleza.

_________________

Because I know if I look at you , I won't be able to stop
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 14th Fevereiro 2016, 5:56 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Yun certamente não ligaria de ficar vendo o namorado cozinhando, ele achava que o outro ficava ainda mais sexy daquela forma, mas ainda assim seu rosto ainda aparentava uma certa tristeza, pois achava ser inútil para Haesun, visto que só observava-o fazer muito das coisas que ambos se dispuseram juntos.

Via o namorado reagir daquela maneira, mas não estava com vontade de expressar alguma reação, deixando apenas um sorriso fino tomar conta de seus lábios, conforme ouvi sua explicação para a cobertura.  Um riso baixo tomou o ambiente, ao ouvir o maior dizendo sobre ser apressado, Yun concordava com aquilo.

Estranhou um pouco o olhar do outro, direcionado para sua parte posterior-inferior, deixando o loiro um tanto confuso. O coreógrafo, perdeu-se esquadrinhando o rosto enigmático do namorado, observando todas as suas reações com exímio cuidado. Pouco depois, viu os dedos longos tocando sua cadeira e sorriu, ao ser virado pelo mais velho, ficando de frente para ele.

Ao mão, anteriormente na cadeira, tocou o baixo ventre de Yun, deixando-o arrepiado pelos movimentos ministrados por Haesun, sentiu-se arrepiar novamente ao ver-se preso entre o corpo do maior e o balcão da cozinha, ele não podia deixar de sorrir. Seus instintos clamavam por maior contato com Haesun.

O toque do namorado fez com que, timidamente, o mais novo levasse as mãos para a cintura do maior, aproximando um pouco mais os corpos. O toque suave de Haesun em sua cabeça, fê-lo encostar a cabeça no peito do maior, colocando-o entre suas pernas. Sorriu, sentindo a carícia do maior com  bom grado. Ao som de suas palavras, selou o peito do maior com carinho e recostou-se novamente, pensando em como seria ter um pedaço dele e do namorado correndo pela casa, isso o fez aumentar mais ainda o sorriso.

Encontrava-se bobo com tudo aquilo, ainda mais com o cheiro e o calor do outro o envolvendo de forma tão sublime e completa. Pensou mais um pouco e, ouvindo os batimentos do maior, decidiu questioná-lo. Respirou fundo, contendo o próprio nervosismo. – Hae-yah... Com tudo isso... Eu... – Disse entrecortadamente, apertando o abraço ainda mais na cintura de Haesun, fazia isso para não ter que encará-lo, assim o namorado não veria seu rosto corado. – Vamos... Vamos tentar ter um bebê? – Suspirou pesadamente, comprimindo o corpo magro, mas ainda assim confortável do maior contra o seu, mantendo ali em seu peito, o rosto afundado.





I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 15th Fevereiro 2016, 9:37 pm


Selou o topo da cabeça do menor com capricho , deixando seus dedos jornadearem por ali, sentindo um toque em sua cintura. Timidamente aproximou o nariz dos fios louros dele fechando os olhos, dando carinho ali pensando o que instantes antes, havia falado. Sentia-o sorrir e isso o agradava. Reinava paz e harmonia naquele lar intangido anos atrás por um silêncio conturbador. Ele calado, fazia Hae piscar lentamente, como se suas pálpebras se transformassem em plumas. O céu do lado de fora parecia ter uma leve modificação o que de exato, fez Sun entrar na mais perfeita calma, para o que poderia sentir. Yun afoga seu rosto próximo a seu peito e a mão cuidadosamente, a apara na parte de trás do crânio num leve aperto como se deixasse clara alguma mensagem de segurança até sentir o mesmo esquentar olhando para o além da cozinha. A voz esganiçada, ele parecia estar com vergonha preocupou Haesun por um momento deixando passar a espera de ouvir algum tipo de confissão até perceber que o que se vem posteriormente, era uma pergunta. Tal dúvida ou convite, o fizera tremer por dentro, seus olhos se arregalaram e as mãos afrouxaram-se fazendo-se se distanciar por um momento. Curvou o corpo orgulhosamente, como se fosse algum anfitrião de uma festa antiga, talvez anos 40 o definiria. Tomou junto consigo a mão do menino entrelaçando-a um tanto trêmulo com o canto dos olhos um pouco úmidos. Sua visão embaçou, queria chorar. A felicidade o contaminara como uma música viral nas cabeças de jovens adolescentes querendo urrar, mas entrando ao seu papel, respirou fundo contendo-se como um Tigre contra as jaulas inflexíveis que o prendera, deixando seus lábios se irem pelo ar em busca de um dos ouvidos do amado :

— Seria ótimo, ter mais um motivo pelo qual sorrir. - Assim agachou-se ante ele, pondo uma das mãos sob a barriga dele elevando o olhar para os olhos sempre bem receptivos do dançarino. Brilhavam mais Sírius no universo abobado :

— Você ficará tão lindo… - Olhou-o imaginando a suposta cena se erguendo. Seu palmo refugiou-se no canto esquerdo da face de Yun a alisando. Parecia ter uma admoestaria severa mesmo que perseverasse ao sonho, sabia que poderia ocorrer imprevistos. Apenas sorriu, deixando clara sua concordância olhando pelo vidro, vendo alguma gotículas de chuva caírem ao entorno da casa :

— Preciso de você. - Lembrando a face de antes, fitou-o assim andando para trás deixando a face um pouco abaixada, até se aproximar um pouco, deixando seus braços envolverem as pernas dele com cuidado o mimetizando com a íris para que se segurasse assim o levantando da cadeira dando um breve giro pela cozinha querendo que suas testas colassem. Seus lábios secos, ainda pela reação da enorme surpresa, o Editor suspirou sorrindo deixando que a vista se cerrasse num formato semelhante ao arco-íris :

— Quer ir para o céu? - Deixava a questão em referência ao quarto dos dois. Hae sempre gostou de deixar significados para as coisas. Cada uma sob sua diferença e originalidade. Lá era o lar do descanso, lar dos anjos o que já deixava também com facilidade, para Yun captar. Parado ali, o som das águas que escorriam pelo vidro o fazia ficar vidrado agora na feição do mais novo com uma respiração compartilhada, miudamente barulhenta. O coração palpitava muito forte, parecia que sua cabeça acompanhada pelo batuque fosse capaz de orquestrar um evento sozinho. O primeiro lance com o pé, o fez parecer entrar num solo minado. A essa altura, parecia não ligar para o forno.
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 21st Fevereiro 2016, 2:28 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Aqueles momentos de família e carinho sempre faziam o coração do mais novo pulsar fortemente contra sua caixa torácica, e mesmo que aquilo assustasse, devido às pulsações fortes, realmente não se importava, desde que estivesse com Haesun. Na verdade, a vida de Yunhyun tinha se tornado o mais velho, desde suas preocupações com a saúde do mais velho, seu amor, seu carinho e seus momentos de felicidades, tudo que acontecia com Yunhyun era para o mais velho.

O aperto forte do mais velho em seu corpo o fez sorrir ainda mais, ele adorava a sensação de segurança que só Haesun o fazia sentir e não se  importava nem um pouco de demonstrar isso. Após seu pedido, arrependeu-se ao sentir o aperto se afrouxar e não ter mais o contato com o mais alto, o fez ter um bico nos lábios.

Mas a surpresa veio quando esse se curvou, e tomou a mão do garoto e este percebeu como o outro tremia. A emoção dominou Yunhyun e logo viu sua vista nublar, notando que seus olhos estava marejados, devido à descarga emocional que o atingiu e conforme ouviu Haesun, sorrisos e lágrimas se misturaram, pela possibilidade de finalmente realizar seu sonho.

As mãos do outro em sua barriga deixou-o muito contente e tudo aquilo contribuía para que também ficasse tímido conforme mais palavras doces escapavam pelos lábios fartos do namorado. – Eu preciso de você também. – Disse, demonstrando toda a sinceridade em seus olhos e em sua fala. Ao ser pego no colo pelo outro, envolveu-o, em busca de maior apoio, enquanto sentia sua mente falhar ao tentar pensar e muito mais coisas.

– Sim, por favor, hyung. – Respondeu, não importava-se de estar sendo carregado como uma donzela, só sentia seu coração manter a pulsação veloz, enquanto sentia os braços do outro o envolvendo, devolvendo novamente a sensação de segurança que ele passava para o mais novo. Yun se acomodou melhor nos braços do outro, ele adorava os simbolismos do namorado e sentia que tudo aquilo só deixava o relacionamento de ambos mais perfeito.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 24th Fevereiro 2016, 3:52 pm


Na cabeça de Haesun, ainda não acreditava que a tentativa seria feita. Sorria por dentro e tremia por fora, parecia ser um vaso transbordado. Alegremente ainda sobre a fala de Yunhyun, o escutou em paz não querendo cortá-lo cedendo aquele mesmo olhar cerrado porém, feliz. Os corações pulsavam com muita pressa até ele girar o corpo com ele encaminhando-se para as escadas. 

Um pé. Dois pés. Dois corpos, um momento.

Cada degrau parecia ficar mais distante do fim o proporcionando,  ficar encarando o menino e este caminho que estava em suas costas já percorridos. Levemente nervoso - o que parecia sempre estar - meteu-se pela curva do corredor olhando a porta entreaberta até por um descuido ao adentrar, empurrá-la deixando que quase os batessem. A brisa leve e fria naquele instante trazia o um clima agradável para a comodidade. O maior pousou o corpo do coreógrafo contra o colchão o fitando um pouco por cima não totalmente, sorrindo. 

Hae não exprimia aquele sorriso exageradamente largo ( o que sempre na presença deste fizera)  apenas com que o momento exibisse um lado mais íntimo. O palmo  pesou na colcha devido a sua força para não cair contra o menino. Os pés ficaram um pouco para fora até o rosto avançar e ficar totalmente protegido pela cama. O nariz se enriçou pela lateral direita da face de  Yun o dando com uma pequena pressão contra o peito  que automaticamente rendeu a mão de Sun, jornadear pelo contorno das pernas dele dando um aperto acatando-se totalmente firme por sua mão querendo-o fazer se deitar. Distribuiu alguns beijos pelos lábios, descendo pelo pescoço o apertando contra si oferecendo que por devaneio, descesse com o corpo e as duas mãos contemplando a boa forma do garoto num um olhar pouco curioso. Os dois dedos primários, passaram por debaixo da blusa deste subindo um pouco pelo tronco  dele enquanto beijava a área até ver os contornos róseos de seu peito. 

Pareciam duas pétalas equilibradas sob as águas pálidas de alguma cachoeira abençoada pela beleza da natureza. Vorazmente, aproximou os lábios dando lambidas ao seu envolvo. Seguidamente por assim, deixou comprimir uma pressão alta num pequeno aperto com a língua.

Bordou em beijos os cantos com absoluta serenidade. Já sentia suas mãos ferverem pelas extremidades já deliciosamente tocadas. Sua voz parecia ter sido comprimida ou escapado de dentro de sua caixa transmissiva deixando como se o rouco e abafado, ficassem presentes. Acariciava o ventre dele, enquanto pelo último lance subisse o fim da blusa o vendo erguer os braços tomando a peça com força posteriormente,  a arremessando por um canto qualquer que não vira do cômodo. Tomando a nuca  envolvendo com a mesma mão que atirava a roupa do namorado, seu corpo quase se debruçou sob o tórax dele compartilhando calor seguindo da carícia da barriga descendo para o baixo ventre com uma pincelada do dedo indicador até acalentar sob o tecido do traje de dormir, o seu membro. 

Apalpou a região fazendo uma concha com o palmo o abraçando não usando nada da força somente a mínima para que descarregasse algum estímulo no menor também acompanhados pelo toque dos quatro dedos na nuca numa carícia dos cabelos louros que pelo instante conseguisse tocar. A face branca do editor então assim, aproximava-se de seu ouvido altamente próximo para que não desse direito do outro não lhe escapar. A intensão seria arrancar o ar do companheiro de forma carinhosa. Estava ali para servi-lo. A língua infortunadamente foi a seu ouvido dando uma lambida farta e profunda até por alguns segundos deixar a carícia em seu membro ficasse um pouco mais forte com uma pequena rebuscada para seus testículos firmando com o médio e anular. 

Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 28th Fevereiro 2016, 1:11 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Definitivamente momentos. Esses eram os melhores na opinião de Yunhyun. Ele adorava os momentos com o maior, principalmente aquele, na qual acompanhava o namorado para o quarto, pela realização do sonho. De certo, aquilo sempre fora o momento mais aguardado da sua vida e num momento,  ele realizaria, ou tentaria realizar, o seu sonho.  

Seus pensamentos fluíam em sua cabeça e ele não conseguia pensar em nada ao passo que pensava em tudo ao mesmo tempo. Nada lhe parava à cabeça, além de observar o maior atentamente, mas sem realmente prestar atenção aos detalhes já conhecidos. Ele só sentia a ansiedade percorrer seu corpo.

Deixado na cama pelo maior, sorriu para ele logo recebendo seus toques, seu carinho e seu olhar contemplativo. Mesmo o longo tempo juntos não o fazia sentir-se menos envergonhado ao ser mirado pelos olhos escuros, acompanhado de seu sorriso. Deitou-se, sendo acompanhado pelo corpo maior, mas não inteiramente.

Os lábios do maior tocando os seus causaram sensações boas e estalos divertidos em sua barriga e nem por isso diminuiu os arrepios causados por seus lábios no pescoço alvo do mais novo, coisa que muito agradou o pequeno. Fechou os olhos, aproveitando de toda a sensação boa promovida pelo namorado, se entregando debilmente.

Mesmo de olhos fechados, sentiu as mãos do outro subindo por seu tronco e corou violentamente com isso, ainda mais ao sentir novamente o rosto do outro contra o seu. Era assim, Yun costumava ser tímido naqueles momentos, mas nem por isso evitava entregar-se ao namorado, deixando tudo ainda melhor, em sua visão.

Gemeu longa e arrastadamente com o toque em seus mamilos, sabendo que aquilo causaria sensações a mais em si e, portanto, já sentia o baixo ventre dar uma fisgada, apenas por aqueles atos. Sentiu seus beijos, suspirando. Logo depois, as mãos voltaram a tocar-lhe mas dessa vez a carícia era em seu ventre onde esperava logo mais portar o fruto do amor dos dois, a qual cuidaria com todo o amor e carinho do mundo.

Os braços levantados deixaram a camisa do pijama sair deixando seu rosto novamente avermelhado por aquilo, mas, ainda assim, adorava o calor emanado do corpo do namorado para o próprio, com aquela sensação boa e completa de plena proteção. O toque de sua mão novamente causou-lhe arrepios ao sentir a nuca sendo tocada e posteriormente acariciada pelo mais velho, a sensação de plenitude lhe tomou e não evitou deixar um gemido escapar conforme sentia a mão do mais alto aproximar-se perigosamente do seu membro encoberto, mas que logo apresentaria um relevo considerável no tecido fino do pijama.

As mãos de dedos longos e finos rumaram para as costas do companheiro, voltando a fechar os olhos. Os lábios semiabertos deixavam que o ar escapasse por ele, enquanto dava leves apertos nas costas do outro, sentindo seu toque no membro semi desperto. Era um turbilhão de sensações que lhe passavam o corpo, devido aos toques desejados do namorado. A mão firme iniciava-lhe o prazer adquirido por estar tão entregue ao namorado, entregue aos seus desejos. Era tudo tão forte e ainda mais ao seu estado sensível pela ocasião, que Yun só apertava as costas do mais velho, gemendo alto com o toque molhado de sua língua, permitindo-se arfar, também, após o ato.  Os braços longos, tentavam manter o corpo quente junto ao seu, de modo que suas pernas entreabriam-se para aproveitar ainda mais do toque do outro. Sorriu, suspirando satisfeito.   – Não demore muito, amor. – Sussurrou, sabia que não aguentaria por muito tempo.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 5th Março 2016, 2:02 pm

Os sons, o fizeram cerrar o olhar parecendo enxergar apenas pequenos feixes brancos sendo donos do menor. O toque em suas costas o fez gemer baixo o olhando, enriçando o corpo contra o dele por um momento em que no qual sentiu ele dizendo um tanto feliz. Aquela ondulação do seu sorriso parecia ser demais para aqueles olhos. As luzes pareciam banhar os dois corpos aos poucos que gotículas de água preenchiam o vidro da janela, deslizando conforme o movimento do corpo do editor ao contemplá-lo. O pedido para que não demorasse foi aceito com uma sinal feito pela cabeça um tanto em decepção. Estava simplesmente adorando aquele momento. A mão direita aparou a própria calça, a puxando para baixo aos poucos que seu pé também auxilio que expulsasse o tecido da cama. Moveu com o dedo indicador e polegar os botões da camisa, a abrindo por pouco deixando ao lado de ambos. 

Os dois braços ficaram paralelos a essa altura do tronco do menino e apenas de cueca, Hae parecia já deixar exibido seu membro com um relevo sob o pano cor preto. No mesmo ritual, parecia descer com o corpo mostrando-se quase como um atleta o fitando mordendo o lábio como se ousasse usar de algum extinto felino que pouco foi-lhe dado, acariciando a lateral das pernas do dançarino entretendo-se e olhá-lo, deixando claro em sua íris, os elogios de que estaria ainda muito belo após novas mudanças decidindo-se por fim, descer o seu tecido. 

Havia elevado as duas mãos a própria cintura o olhando com a cabeça pendida um pouco sereno, com o som abafado do lado de fora, descendo aos poucos movendo os dois ombros para trás. A mão se ocupou ao tocar o joelho dele, erguendo firmemente um pouco acima na altura de seu ombro. A livre que parecia seguir o ritmo do palpitar de suas veias, acariciava a barriga já tendo a miragem de futuramente deparar-se com o seu primeiro filho. 

O membro se enriçou  na entrada de seu namorado, aproximando o corpo para uma baixa pressão ou represália, a uma suposta demora. Vergava com o corpo sob ele, deixando com que a perna raspasse por sua lateral, aperfeiçoando num movimento bem lento sua aproximação definitiva, para com a abertura do menor. 

Deixou os joelhos rígidos contra o colchão o observando erguer a face o provocando de forma insinuante o fazendo morder a parte debaixo do lábio em força de procurar os traços de seu queixo e olhos. Os dedos percorreram a superfície do colchão, apertando aos lençóis olhando para baixo e para ele pendendo com a face para o lado. 

Iam-se de trás e para frente os movimentos voluntariosos de sua cintura. Os lábios morenos desceram firmemente ao ventre o beijando enquanto numa separação brusca premeu o indicador, o polegar e o maior sob  a cintura do mesmo forçando com mais profundidade movendo de forma paralela, as carícias feitas com os dedos. 
 



_________________

Because I know if I look at you , I won't be able to stop
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 6th Março 2016, 4:23 pm

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


O barulho das gotículas de água chocando-se à janela parecia completar e deixar o momento ainda mais gostoso para Yunhyun. O coreógrafo assistiu o maior se despir, sem evitar achar o momento extremamente sexy e excitante. Sem desprender o olhar do marido, mordiscou o lábio inferior, esquadrinhando o corpo maior com extrema admiração.

O olhar felino deslizou até encontrar-se com o pano preto da cueca do mais velho, notando também o volume que se mostrava rijo. Arfou, algo em seu interior explodiu com uma breve emoção, ao pensar que ele havia causado aquilo no marido. Satisfeito, sentiu-o debruçar contra si e mordiscou novamente o lábio inferior, aprovando tudo aquilo. Arrepiou tomaram o corpo do loiro conforme sentiu o toque do outro em suas coxas, sentindo-se necessitada a cada momento em que passava com o marido, mas não exigiu mais nada, deixaria que Haesun ditasse o ritmo que ambos seguiriam.

Após sentir a cueca ser finalmente retirada e logo vislumbrar o maior fazendo o mesmo com a própria sorriu. Sentiu o toque do marido em sua barriga e aquilo fê-lo emocionar quase instantaneamente, mal podendo conter a animação de possivelmente logo poder ter o bebê nos braços. O olhar contemplativo de Sun sobre si, deixou-o ainda mais satisfeito e foi como uma fera em seu interior se aquietasse, sentia-se quase completo por aquele olhar. Sorriu, um sorriso satisfeito.

Um gemido alto e arrastado foi solto quando sentiu o membro do marido contra sua entrada que muito sensível, contraía-se repetidas vezes. Mordiscou o lábio inferior fortemente, sentindo uma dor forte tomar seu corpo conforme sentiu o outro penetrá-lo. Apertou firmemente os lençóis abaixo de si, mas não podia evitar de gostar da dor que provinha da penetração, do contato com o membro e o seu corpo e o calor que vinha do corpo do mais velhos, aquilo levava Yun à loucura. Os dedos finos de Hyun rumaram-se novamente para as costas do marido, e ali cravou as unhas curtas conforme abrigava toda a extensão do maior, levemente ofegante.

Sentiu-se ainda mais satisfeito ao ter a carícia do marido em sua barriga, em um contraste bom com suas estocadas lentas. Yun descontava uma parte de seu prazer nas costas do maior, arranhando ali como se demarcasse a área, provando que Haesun era seu, total e completamente seu. Os gemidos anteriormente de dor, foram substituídos por prazer e logo o menor movimentava-se lentamente, para acompanhar os movimentos do marido. Sorriu novamente para o mais velho conforme sua necessidade do corpo maior se dissipava. – Mais... – Gemeu baixo, suspirando ao fechar os olhos, mantendo as mãos nas costas do outro, como que para evitar que ele se afastasse. Mesmo que o marido estivesse movimentando-se de forma profunda, Yun precisava de mais, naquele momento.
I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Yoon Hae Sun em 9th Março 2016, 3:45 pm

Ao escutar o irromper do grito, Hae o olhou com mais ecstase tendo em nota que o firmamento negro de seu glóbulo ocular se expandiu deixando com que apenas a coloração castanha ficasse a miúda. Seu queixo pesou deixando os cabelos lisos que eram sempre - ou quase maioria das vezes - separados para o lado caírem sob a testa. Os ombros moveram-se duas vezes até ele suspirar bem baixo, um pedido de desculpas. 

Pouco tempo depois parecia que Yun transformava-se deixando com que Sun ficasse levemente impressionado sem deixar de fitá-lo. Num momento como aquele despercebidamente queria visá-lo, mas sem jeito que o fizesse mudar novamente. aquele ser que acabava de o conhecer, parecia já ter o dominado. Na tentativa de olhar para a janela, o editor sentiu leves toques percorrerem as suas costas que depois vinham com mais força e proporção tornando-se gravadas. 

Gemeu fechando os olhos erguendo o rosto até descer o olhando. Os quadris do mesmo faziam um movimento pidão deixando pelo instante que ele apenas se entregasse aos desejos do menor. O ambiente parecia se equilibrar com cada um a sua vontade, cedendo-se. O palmo foi aos quadris dele colaborando com o movimento, em puxões e separações rítmicas em espera que as estocadas fossem ainda mais profundas. 

Xiah já ofegava sentindo que as unhas davam o efeito a sua pele que levemente ardia ao ter alguns vergões aparentemente rubros, num sentido vertical. Ao que entendia-se, Hae se “vingou” do companheiro ao deixar que igualmente suas unhas deslizassem nas duas cochas que auxiliavam para que se aprofundasse na penetração, deixando que pelo menos cada uma ficasse com 3 linhas paralelas marcadas e que daqui uns minutos, ardessem. 

Segurou um pouco a acima das nádegas do esposo de forma firme e rígida o apertando contra o corpo com força que o fizesse escutar os palpitares e o pulsar do membro.




_________________

Because I know if I look at you , I won't be able to stop
Editores
avatar
Mensagens :
27

Idade :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Ok Yun Hyun em 20th Março 2016, 12:11 am

I
’m the
City lights
Wanna be the light that makes them all believe


Yunhyun estava em seu paraíso pessoal, enquanto sentia as estocadas do marido firmes e profundas em seu interior. O rapaz estava em um estado em que poderia se dizer extasiado com a troca de calor crescente entre os corpos ou na maneira em que seu corpo magro roçava nos lençóis da cama, ou na maneira que as mãos possessivas de Haesun o tocavam.

O corpo do loiro queimava sob o corpo do maior, e conforme as peles se encontravam, Yun gemia. Os olhos fechados ocultavam a íris que brilhava, a boca aberta ajudava a sair o ar que às vezes prendia inconscientemente, as mãos estavam na cintura do marido, apertando-a e posicionadas de modo a não deixa-lo escapar. Ele não queria o marido longe.

Um gemido mais alto cortou a garganta de Yunhyun conforme as unhas de Hae o marcavam como dele, como Yun sempre gostara que acontecesse. Seu corpo reagia de maneira quase instantânea ao toque e ao choque entre os dois corpos que Yun sentia que poderia enlouquecer com aquele atritar gostoso de Haesun e somando isso com os gemidos do maior, Yunhyun sentia-se realmente alto.

Yun sabia não poder aguentar muito tempo. Os primeiros dias eram sempre assim, muita sensibilidade para o garoto e senti-lo tão dentro de si daquela maneira o entorpecia completamente, de modo a querer que nunca acabasse aquilo. Haesun o tocava com amor e naqueles momentos, Yun sentia ainda mais o carinho do outro por si e também o prazer arrebatador que o marido era capaz de fazê-lo sentir. Uma de suas mãos soltou-se da cintura do mais alto, arranhando-a e logo tocou seu próprio membro, iniciando uma masturbação rápida, em uma forma de aliviar todo o prazer sentido.

Era naqueles momentos, em que sentia seu canal comprimir-se que Yun sentia ainda melhor Haesun e toda sua “masculinidade” e Yun adorava-o. Seu corpo pequeno e magro, começou a contorcer-se, e os gemidos saíram mais altos e menos espaçados. Sentia-se ainda mais conectado com Haesun naquele momento. – Eu vou... Aah... Eu vou... – Gemeu, dessa vez mais alto e num último espasmo, sentiu seu corpo retrair-se, enquanto alguns jatos escapavam de seu membro, evidenciando seu prazer.  A respiração ofegante de Yun nublou sua mente por instantes e o corpo pendeu no colchão. A mão ainda mantinha-se na cintura de Hae. Um pequeno sorriso formou-se em seus lábios e logo em seguida abriu os olhos, olhando o marido com um misto de carinho e ansiedade. Ainda assim, sentia-se um pouco fraco, devido ao orgasmo recém-obtido.

I'm the race car, not the spectator
I'm the hero, not the narrator
Hercules battling, conquering
Everything

_________________


Pretty
my face is sexy. I’m prettier than others,

Empregados
avatar
Mensagens :
15

Idade :
24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sweet life

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum