Cannons - Solos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cannons - Solos

Mensagem por Someone em 19th Abril 2015, 9:36 pm

Indies



Yang Han Byul
It's my life

21

Lee Chaerin
bissexual

Byul
Kao

Indie
Rappers & Cantores & Dançarinos

→ Não podemos dizer que Hanbyul veio de uma família pobre. A garota é a única filha de um casal de médicos prestigiados, tendo sua residência localizada no famoso distrito de Gangnam. Um dos sonhos de seus pais era ver a garota se formar em medicina assim como eles, mas digamos que a música fez um chamado mais alto.Com uma infância calma e rodeada de amigos. Hanbyul sempre foi muito gentil e amigável, detestava que as pessoas arrumassem algum motivo para odiá-la ou simplesmente comprar briga com ela. Fazia do possível e impossível para ajudar aqueles que precisavam e muitos costumavam se aproveitar dessa natureza gentil da jovem Yang.

→ Percebeu que costumavam usá-la como "burro de carga" para qualquer coisa em sua adolescência. Vários se aproximavam de Hanbyul apenas por ser de família rica, vendo que a natureza bondosa a impedia de guardar rancor ou mágoa de qualquer um.

→ Diz que "deixou de ser trouxa" após perceber que um de seus passados namorados estava lhe furtando para sustentar o vício em drogas. Hanbyul terminou com o rapaz e começou a ficar esperta com aqueles que se aproximavam dela apenas pela sua fortuna.

→ Suas influências musicais começaram cedo. Hanbyul tinha um colega que era apaixonado pelo mundo underground e lhe apresentou ao hip hop, sendo o estilo musical que mais marcou sua vida.

→ Acabou no estrelato depois da primeira apresentação que participou em Hongdae. Após ter conseguido a permissão dos pais, Hanbyul inciou sua vida compondo e apresentando as músicas por conta própria, se tornando um dos maiores nomes quando se fala em artista indie.

→ Ultimamente algo estranho tomou conta de sua vida: uma produtora chamada Skylar Inoue. Elas se conheceram em uma de suas apresentações e, desde então, não consegue parar de pensar naquele sorriso estampando o rosto alheio quando a viu fazer seu rap. Trocaram contato e se falam praticamente todos os dias, mas Hanbyul não sabe como reagir diante da mais velha. Seria o amor que evitou sentir todos esses anos? Hanbyul tem até medo de descobrir.


Someone
avatar
Mensagens :
271

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cannons - Solos

Mensagem por Someone em 2nd Maio 2015, 4:24 pm

Moon-J



Jung Joon Hee
Mama forgive me

21

Lee Ye-Ji
Bissexual

Gypsy
Dessa

Indie
Rappers & Cantores

↔ Joon Hee é uma garota forte, definitivamente, sua personalidade é brilhante. Extremamente inteligente, capaz de deixar a pessoa mais instruídas sem ter o que dizer, tem um jeito independente que encanta e inspira as pessoas. Embora pareça segura demais, e por vezes, arrogante, só quem se dispõe a dialogar com a jovem pode saber o quão amável e educada pode ser, embora não se permita ser colocada em posições de inferioridade, é uma pessoa humilde e sem frescura. Ela não daria a mínima de ter que comer no restaurante mais humilde da cidade, embora tenha condições de sempre freqüentar os mais finos estabelecimentos de Gangnam.

↔ A ligação dela com a música foi formada bem cedo. A garota nasceu numa vila de pescadores bem pobre em Jeju, a família humilde valorizava muito a interação familiar, e esses eram os momentos mais apreciados pela jovem, momentos em que se sentava com seus pais e irmãos na varanda da velha casinha, seu pai tocava violão e cantava as músicas que costumeiramente entoava com os colegas de ofício. Joonhee via nele um talento brilhante, era uma fã do velho pescador que se esforçava ao máximo para não errar uma nota sequer, esforçava se ao máximo para manter o sorriso nos rostinhos por vezes sujos dos filhos.

↔ Joonhee foi conhecer a capital do país quando tinha seus poucos oito anos, por conta da falta de condição, seu pai resolvera arriscar tudo na grande cidade de Seoul. Sabendo que lá seus filhos teriam melhores condições de estudo e poderia achar um emprego melhor, pegou todas as economias, vendeu o velho casebre por um preço não tão bom e partiu de malas feitas em companhia de sua esposa e filhos.

↔ Quando chegaram à cidade, as coisas logo se tornaram difíceis. O velho Jung não conseguia achar um emprego no qual conseguisse se manter, tudo o que sabia fazer era pescar, logo, mexer com contabilidade regrada, ficar fazendo documentos, por mais simples que fossem, tornava-se muito complicado para o mesmo. Essa parte da infância foi uma das mais difíceis para a pequena, tudo o que tinham mesmo era um quarto alugado, suas roupas puídas tornaram-se motivo de chacota no colégio, no entanto a garota era sempre orgulhosa, mantinha o rosto erguido, batia no peito quando precisava falar que sua família vinha de uma vila de pescadores. As professoras até mesmo se admiravam ao ver como seus olhinhos negros tornavam-se luminosos quando tocava o nome de seu pai, as coisas só tornavam-se difíceis quando a menor ficava irritada, estava sempre disposta a enfiar os coleguinhas na lata de lixo caso dissessem algo que lhe aborrecesse.

↔ Durante a adolescência foi que ela notou o quão difícil era ser uma garota da periferia, Joonhee convivia com a negligência, principalmente por ser uma garota inteligente, porém sem condições financeiras. Quando tinha seus treze anos, participava de disputas escolares, com seus cabelos desalinhados e óculos colados com fita reforçada, a garota arrebentava com qualquer um que ousasse lhe desafiar. No entanto, sua revolta crescia quando via que embora fosse genial, aqueles que tinham mais dinheiro sempre saíam por cima.

↔ Nessa época de sua vida, as condições de sua família melhoraram, seu pai com muito esforço e um pouco de sorte, conseguiu abrir uma peixaria em um mercado aberto, e embora ainda não pudessem ser considerados pessoas ricas, o dinheiro produzido sustentava muito bem a si e a seus irmãos mais velhos. Também foi nessa altura que conheceu o rap e descobriu que podia fazê-lo. Havia um grupo de garotos em seu colégio que tiravam onda de rappers, e foi com eles que conheceu mais do estilo. Para si, era tudo muito encantador, as batidas, o flow, as rimas. Com quinze anos, começou a escrever algumas letras, não eram necessariamente boas, mas aos poucos ela descobria como aperfeiçoar cada ponto de sua habilidade. O canto viera consigo desde a infância, já que seu pai sempre lhe incentivara, dizendo o quanto admirava sua voz, embora na época não desse tanta importância, pois a idéia de trabalhar com música não interessava.  Só veio a pensar na possibilidade quando os elogios começaram a aumentar, seus vizinhos de prédio eram muito simpáticos, e frequentemente lhe visitavam para dar algum incentivo.

↔ Como era uma adolescente sonhadora e também bem determinada, quando conseguiu definir o que queria da vida. Passou a correr atrás. Ficou muito tempo na rua, aprendendo com rappers mais experientes, se apresentando sem ganhar nada, até que a oportunidade perfeita batera em sua porta. Hong Seok Don era um cantor lírico que acabara de abandonar a carreira e iniciara com a idéia de cuidar de outros artistas, produzir novos talentos. Havia acabado de lançar um duo de garotos que apresentava um desenvolvimento crescente, não eram tão populares, mas se viravam bem e recebiam boas críticas. Joonhee mesma já os conhecia e embora não admitisse, apreciava a dupla, seu estilo sempre foi old school, e ver como o hip hop soava mais evolutivo com aqueles dois lhe incomodava muito. Ainda possuía uma visão meio fechada de como as coisas deviam ser.

↔ A relação da jovem com as pessoas que não eram o CEO, de início, fora bem complicada, tendo em vista que ela se mantinha na defensiva quando tinha suas filosofias questionadas ou contraditas, dessa forma, vivia em pé de guerra com os instrutores. E somente era amansada pelo mentor, já que na época, confiava somente em Seokdon para lhe instruir corretamente, o respeito que criara por ele era imenso, por vezes, até comparava a admiração direcionada a tal com aquela de quando pequena. Aquela que pertencia ao senhor Jung. Tudo porque vira nele uma figura muito semelhante à sua própria, conhecera a historia do mais velho e se permitira conhecê-lo a fundo, ver o quanto tinham em comum lhe fazia criar certo laço afetuoso com o mesmo.

↔ A maturidade da jovem apareceu lá pelos dezoito anos, nesse tempo, começara a se abrir para as pessoas, tinha uma cabeça mais aberta. E foi também quando teve sua estréia como rapper solista. Gypsy ganhou o olhar das pessoas rapidamente, ainda mais depois de que a popularidade da empresa deu uma guinada com os trabalhos do duo X.I. Com seu conceito poderoso e cheio de estilo, conquistava as pessoas facilmente.

↔ Hoje, Joonhee é considerada uma das artistas mais conceituadas da Ásia. Não pode-se negar que boa parte do que a empresa Moon-J Entertainment tem hoje, é fruto do brilho da garota, que com muito esforço conseguira  chegar alto. Sem dúvidas, uma das influências mais poderosas da música atual.

↔ Tem uma relação muito estreita com o maknae do duo X.I, recentemente foram criados alguns boatos sobre uma suposta relação amorosa entre ambos, mas nada realmente foi esclarecido quanto a isso. Embora a verdade seja essa dita, não possuem qualquer intenção de revelá-la.


Someone
avatar
Mensagens :
271

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum