[FP] Alessa Pyo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Alessa Pyo

Mensagem por Alessa Pyo em 20th Março 2016, 12:57 pm

ALESSA HECHER YEON (ALESSA PYO)
Write another story, we're fine

história

A menina que andava de coque dentro da padaria, apresentava um interesse incomum comparado a sua família. Ser escritora, era algo muito em mente até desde o seu primeiro livro no primário aos riscos que fazia em algumas agendas em casa. Via magia no uso das palavras e com ela, acreditava que poderia mudar o mundo. Mesmo por isso, não conseguiu logo de cara viver o sonho. Antes de conseguir fazer o “acontecer” graças a sua situação monetária na Itália, sendo este sua localidade de nascimento nossa jovem Alessa buscou se especializar em jornalismo. De manhã logo às três, ajudava seu pai um antigo advogado coreano que buscou descanso nas terras toscanas onde casou-se com apenas dois meses de conhecimento a tão apressada corretora de Veneza. [...] E de noite, procurava estudar os tão complicados termos do jornalismo. Assim que ingressou no início dos estudos, já notava a grande dificuldade em se mante no mesmo ritmo. Dormia tarde, perdendo a hora de abrir o comércio deixando com que sua família ficasse muitas vezes na mão por suas ausências. 


Isso assim que percebido, foi reparado com a extração dos meios de diversão da única filha querendo garantia do seu foco total para seus estudos e trabalhos ensinando o conceito da ética e da luta. “Para tudo que você quer, precisa lutar. Sem luta, você não conquista aquilo justamente. Faça por merecer.” - A frase sempre refrescava a mente desta. 

Num passeio de bicicleta, onde transportava os fermentos caseiros vezes feitos por sua mãe ora por ela mesma, eis que um novo ar lhe cruzou quase que incessante a sua frente. Traços orientais pareciam a fazer ficar simplesmente hipnotizada. Parecia um bebê que presta atenção cuidadosamente numa pequena pluma que flutua ao ar. Tinha algo de semelhante naquilo : O ser que enxergava parecia atenuar grande força, mas também grande beleza. Delicadeza e um ar fino pareciam ser presentes. Aos poucos que tentava se aproximar, também sentia grande receio. Ela era de lá? Por cina, arriscou conversar em italiano e assim conseguiu. Parecia gostar do sotaque e da forma que a outra agia. Tinha algo ali que a prendia de uma forma tão indefesa. Sentia-se assim ao ponto de ficar levemente “ameaçada”. No primeiro dia em questão que na qual viu, os raios do horizonte irem dormir diferente, deixou um pequeno bilhete. Nele tinha-se seu número e seu nome. Passou aquela semana em diante perto da que ainda conhecia, famosa e muito bem de vida, Hyerim. 

Por algumas noites, Alessa não conseguia parar de pensar na mesma. Já sabia de poucas coisas, mas era o necessário para ficar com receios. Estar perto de alguém que não compartilhava da mesma classe social, seria algo um tanto difícil de aceitar. Apesar deste pré-conceito, Ale nunca deixou de tratá-la bem até por mesmo, sentir a brava essência e necessidade de estar perto. O susto e medo a dominou a um suposto pedido de casamento. Estava tão envolvida e ao mesmo tempo feliz em ter a companhia de Hyerim, que não tinha como e tempo para pensar e negar. Apenas seguiu aquilo que sentia. 

Anos depois, juntas adotaram um garotinho aparentando já ter vivido muita coisa, merecendo assim amor e novas experiências. Alessa de certa forma se via grande cumpridora dos desejos do menor, o mimando fazendo-se como se fosse um bem muito precioso. Daí ganhou seu ciúmes com a família. Casada e  com um filho, a vida seguia uma rotina bastante promissora. Logo também soube do financiamento e da ajuda de Hyerim no interesse de suas escrituras. Alessa ficava quase sem palavras com os atos da companheira. Sempre se perguntava quando assim davam-lhe liberdade, do motivo das coisas com relação ao amor, terem acontecido tão rápido. 

Após um tempo, a decisão de ter mais um filho foi feita e realizada. em realidade não só um, mas dois novos sorriso ilustrariam a casa. Ale começou a escrever em casa, apenas buscando a edição de seus textos e com esta tamanha presença constante em casa, ficou bastante participativa por dentro da vida dos agora três filhos. Acompanhou o crescimento destes e a tamanha beleza que conseguia se tornar o mais velho, tornando-se orgulho ao mesmo tempo que notava-o diferenças com relação ao tratamento com os outros. Resumindo-se a história de Alessa, é a mulher que abandonou a vida na terra do vinho para respirar os ares de sua origem paterna com uma família e um novo destino.

personalidade
Uma mulher criativa, dona de uma mente otimista e muitas vezes bipolar, Alessa comporta uma espiritualidade robusta podendo ser rígida e muitas vezes também grossa. Além disso também é muito familiar e carinhosa. Gosta de dar conselhos e ajudar o possível a quem precise. a quem diga, Alessa por ter um pé com o sangue italiano consegue ser muito sagaz e trazer um ar notório que pode assustar os demais. Ama com força a sua família os colocando em primeiro lugar e também ama o seu ofício. Segue uma linha misteriosa sendo as vezes provocativa e por outras também, muito insinuadora. 

CIVIS
36 Anos
O
BETA PURO
-
Homosexual
ITALIANA
Atributos
VOCAL: 00 PONTOS
RAP: 00 PONTOS
DANÇA: 00 PONTOS
ATUAÇÃO: 00 PONTOS















Adultos
avatar
Mensagens :
12

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Alessa Pyo

Mensagem por Someone em 20th Março 2016, 9:06 pm

Fichas
With love, Kaorgie.
Ficha aceita, parabéns! <33

Bem-vinda ao Sunny Days
Someone
avatar
Mensagens :
271

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum